Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Saberes e Ciências - Blogue

Neste blogue ninguém perde o seu tempo - Confirme

Saberes e Ciências - Blogue

Neste blogue ninguém perde o seu tempo - Confirme

Peias do Saber

A maior fonte de riqueza do mundo:
O medo, a crendice, a superstição, o obscurantismo... as religiões, tudo o que ainda não se conhece ou a ciência não pode explicar
.

Á conta disso vocè faz chamadas de valor acrescentado, compra santinhos, remédios para os ossos e frigideiras pela televisão, vai a concertos de zombies, paga impostos exorbitantes para o Estado financiar associações disto e daquilo que zelam ninguém sabe porquê, compra carros cada vez caros que depois tem de levar à inspecções todos os anos por causa do Aquecimento Global... e livre-se você de deitar abaixo do beiral do seu telhado um ninho de um casal de andorinhas que no ano anterior lhe custou os olhos da cara a pintar a parede da casa.  

O "mercado" da charlatanice no entanto, tem os dias por um fio: Nem as trovoadas têm a ver com a má disposição de Deus, nem as trilobites de Canelas com o Aquecimento Global.  

Clic e confirme - Terrorismo Climático

PEIAS DO SABER

São a mentira, a trafulhice, o embuste, a aldrabice, tudo o que nos possa atirar para as garras do analfabetismo, da ignorência, da estupidez, para a gaiola dourada do circo romano.

Todos os dias "nascem e morrem" milhares de espécies. O aparecimento de uma nova espécie e a extinção de outra é uma lei da natureza, um fenómeno irreversível que ninguém pode travar, nem vale a pena interferir. CADA UM QUE PENSE O QUE QUISER.

 

A natureza faz as leis, o homem ajusta-as aos seus interesses… Nem sempre da maneira mais conveniente até para consigo próprio. É que estragar também não vele. 

 

O AQUECIMENTO GLOBAL

Era uma região com umas largas  centenas de quilómetros quadrados, de superiores condições de desenvolvimento da floresta, riquíssima em madeira. Houve por ali um sismo há uns anos. Seguiu-se um deslocamento telúrico, as terras aluíram abaixo do mar local, toda a zona foi invadida pelo oceano da região, meia dúzia de anos depois, estão lá gravetos no ar.

O que é que a mão humana tem a ver com isto?

Aniceto Carvalho